Publicado às 14h desta sexta (9)

Representando o grupo que busca construir a terceira via em Serra Talhada nas eleições 2020, o empresário Elisandro Nogueira pôs em xeque a isenção da secretária de Saúde e pré-candidata pelo grupo duquista, Márcia Conrado, à frente da pasta. O pré-candidato pelo Cidadania sinalizou para o fato de Márcia estar sendo beneficiada politicamente à frente do cargo.

Ao programa Frequência Democrática, nessa quinta-feira (8), Nogueira cutucou a jovem gestora afirmando que ‘uma coisa é ser pré-candidato e outra coisa é estar com a máquina pública moendo pra eles’. Elisandro reforçou ainda a necessidade da população fugir da dicotomia política que sempre concentrou o poder em Serra Talhada nas mãos dos mesmos grupos tradicionais.

“Eu converso muito com os advogados, até porque eu sou formado em Direito também, só não advogo, só não sou militante. [Mas] Converso muito com o meu irmão também [Estefersson Nogueira], com o presidente da OAB hoje, Allan Pereira, e converso com os [demais] advogados também, tenho amizade com Jânio Carvalho, tenho amizade também com Josembergues [Melo]. E sou sincero a você: eu conversei com eles e digo: olha, vocês têm que rever essa questão [de Márcia]. Porque uma coisa é você ser pré-candidato e outra coisa é estar com a máquina pública gerando na alta e moendo pra eles… Isso tem que ter um certo cuidado. Mas esse embate vamos deixar bem à vontade, próximo ano é que a gente vai pegar no pé disso aí realmente, mas a população não é tola, todo o mundo está vendo isso aí”, alertou.

Veja também:   ‘Dizem que sou louca’, relata mulher que casou com boneco de pano e ‘deu à luz’ um bonequinho