Do Folhape

Foto: Reprodução/Tv Globo

A advogada e maquiadora Juliette ainda não conseguiu assimilar a vitória no BBB 21 e a grande popularidade que conquistou nos meses em que passou confinada.

“Estou em choque, não tenho dimensão, não tenho consciência do que está acontecendo”, disse em entrevista ao Gshow.

“Não sei porque vocês me escolheram, mas eu prometo que vocês vão ter muito orgulho de mim, porque vou honrar cada voto”.

Entre os fatos que a espantaram no início da vida pós-BBB 21 estão mensagens enviadas pelo cantor Luan Santana. “Cadê o meu celular, quero ver agora”, brincou.

Ao conversar ao vivo e receber elogios dos atores Grazi Massafera e Caio Castro, a maquiadora ficou sem graça. “Estou assustada, não tenho o que falar”, reagiu.

Ela inclusive precisou respirar fundo durante a entrevista e declarou não saber como fará para conversar com os 24,7 milhões de seguidores que conquistou no Instagram.
Leia também
• Antes do BBB 21, Juliette dizia que, após 30 anos anônima, queria 30 de famosa• Em uma edição cheia de recordes, o BBB chega à final com Juliette como favorita• Juliette é a campeã com 90,15%; relembre trajetória da paraibana

“Amiga, agora é boy, é tudo, é dm bombando, vai ser difícil até administrar”, brincou Ana Clara.

A segunda colocada e o terceiro colocado, Camilla e Fiuk, também deram entrevista ao Gshow.
Camilla ouviu um recado da atriz Taís Araújo, que disse ter ficado feliz com as escolhas da influenciadora no jogo. “Me senti representada”, disse.

Fiuk ficou constrangido ao ver as cenas dele embaixo do edredon com Thaís e explicou o choro após o namoro alegando que deveria ter tido pulso firme e resistido. Ele não queria ceder aos instintos dentro da casa.

Camila e Fiuk se emocionaram ao falar ao vivo com as famílias, assustaram com os altos índices de rejeição de alguns participantes do BBB 21 e ganharam presentes da produção.