DSC_0361

Fotos: Alejandro García / Farol

A reportagem do FAROL foi às ruas de Serra Talhada nesta sexta-feira (24), para observar o primeiro dia de funcionamento das alterações no trânsito da cidade e conversar com as pessoas para saber como os serratalhadenses estão lidando com as novidades. O povo demonstrou aprovação, porém exibem ainda um discurso de desconfiança e preferem esperar pelo desenrolar dessa história. Confira as opiniões.

 

DSC_0391Sandro Eduardo, 37 anos, motorista (Lotação Triunfo – Serra): “Eu achei que essas mudanças no trânsito estão muito boas, estão ótimas. O ponto dos carros ficou o mesmo, mas tiraram o fluxo de carros, está todo na estação. Isso é bom para a gente, para o pedestre, para quem vem com os carros pequenos. Desafoga mais o trânsito, está mais fácil de trabalhar e de se deslocar também. As mudanças não afetam o nosso trabalho, agora eu não sei de algum comerciante dessas lojinhas por aqui, os vendedores de lanche, de picolé, essas coisas. Com certeza afeta eles, mas com relação à gente que faz a linha ficou foi melhor”.

 

DSC_0318Simone Santos, 28 anos, agricultora: “Não, agora mesmo no começo está um pouco confuso, porque os motoristas não estão sabendo direito, eles ainda estão confusos, se atrapalhando em algumas coisas. Para os pedestres, os motoristas não respeitam não, de forma alguma. Com certeza ainda está complicado para quem tá a pé, a gente ia passar ali mesmo e não passaram em cima da gente mesmo, porque em fim a gente corre. Eu estou aqui, mas estou prestando atenção, mas até agora está mais ou menos organizado. Eu aprovo as mudanças, elas são necessárias com certeza”.

 

DSC_0420Leonardo Alves, 32 amos, mototaxista:” Agora no começo está meio desordenado porque muitas vias foram alteradas, foram modificadas as rotas, mas os condutores vão ter que ir se acostumando devagarinho, com paciência. O Detran também tem que ter paciência com os condutores, pegar mais leve com esses condutores que estão meio confusos, não notificar. Pelo que eu estou vendo aqui eles estão notificando os condutores que estão confusos, eu não acho isso muito legal não, primeiro eles tem que educar os condutores, depois eles podem fazer o que eles quiserem. Primeiramente, eles têm que educar. Os palhacinhos que estão nos sinais estão muito bem colocados, fazendo o papel deles, brincando com a gente, explica para a gente como é que tem que ser feito, isso está legal, está bom. O fluxo de carros eu estou achando mais organizado, nisso eu não tenho o que falar não”.

Veja também:   Jovem pede desculpas ao irmão com carta de 434 metros que pesa 5kg

 

Wilson Nogueira, 63 anos, motorista autônomo:” Eu estou achando essa modificação está boa, a única coisa DSC_0327que é necessária é a população se conscientizar que tem que haver mudanças, estamos evoluindo, precisou de evolução. A cidade está crescendo, então tem que evoluir o trânsito. Como hoje é o primeiro dia não dá para sentir tantas mudanças, eu não tenho nem como dar uma sugestão, uma opinião de sim ou não. Se está bom ou ruim, mas eu acredito que está melhor do que era e o fluxo de carros parece estar mais tranquilo. Está tudo normal, as orientações que os palhaços instrutores estão dando estão certas e é realmente algo que serve para toda a população. Eu sou a favor dessas modificações”.

 

DSC_0398Manoel Jones, 59 anos, agricultor: “A gente vai esperar para ver como é que fica, porque agora começou hoje e a gente não tem nem condições de avaliar se melhorou ou se piorou. Daqui a 8 ou 10 dias é que a gente pode ver alguma coisa, o que realmente vai acontecer. Eu ainda não senti muita diferença, mas o que era mão agora é contramão e a gente tem que esperar um pouco para poder se adaptar. Eu ainda não estou entendendo as modificações, mas tem as pessoas que estão orientando e aos poucos a gente vai andando e procurando entender”.

 

Maria da Penha, 58 anos, doméstica: “Eu estou achando ótima essas mudanças no trânsito porque na verdade DSC_0417ali pelo menos aqui no entorno era um sufoco para atravessar, para lidar com os motoristas e agora a gente passa tranquilamente e se permanecer assim vai ficar muito bom. Os instrutores estão muito bem, estão orientando bem mesmo. Eles ajudam, eles orientam, não está confuso, está super joia. Eu acho que aqui está mais organizado, com o mesmo movimento, mas parecendo estar mais organizado, eu estou achando pelo menos e para o pedestre também. E se permanecer assim, como eu já disse, está ótimo. Eu aprovo sim essas modificações”.

Veja também:   Farol abre oportunidade de emprego; saiba como concorrer

 

DSC_0380José Pereira (Douglas do táxi), 42 anos, taxista: Eu estou achando muito bom, se continuar assim e tiver a fiscalização para controlar o trânsito vai ser bom. Mas começou hoje e eu estou achando muito legal, já estão às ruas com as vias alteradas, com os locais de estacionar. Se permanecer com a fiscalização tem de ir de melhor a melhor. Eu achei o fluxo de carros menos, eu fui para Princesa Izabel já hoje e quando eu cheguei de manhã já achei melhor. O nosso ponto aqui, antes os carros e motos não respeitavam e estacionavam, as agora já estão respeitando, já estão parando. Então, se ficar os motoqueiros, os condutores todos organizados. Essa modificação não vai afetar em nada meu trabalho não, eu mesmo já estou entendendo as ruas que foram trocadas e ficou muito bom”.