Um leitor atento do FAROL enviou para redação fotos das obras do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) que está sendo construido em Serra Talhada. A polêmica encontra-se em torno da pavimentação da estrada de acesso, que segundo o secretário de Saúde, Luiz Aureliano, era uma prerrogativa do Governo do Estado. Mas esta afirmação foi derrubada pelo gestor da XI Geres, Clóvis Caravalho, que afirmou ser obrigação do prefeito Luciano Duque. Diante o impasse, leiam o que escreveu um atento faroleiro.

Veja também:   Festa de Setembro: Luciano Duque exalta atrações, mas evita revelar custos do evento

“Pessoal, olha as fotos retiradas hoje (dia 12) da regulação daí de Serra! Não tá na hora de cutucar esses políticos de novo não?  perguntar ao secretário de saúde por esse SAMU, sobre a obra, sobre a inauguração? Já fazem 12 dias que retiramos as outras fotos, e não tem diferença. Disseram que iam colocar a mobília, e nada! A pista de acesso, liguei pra Secretaria de Saúde, no último dia 11, e a moça do disk ouvidoria falou que estava em término. Término desse jeito?! Tá louca! Vejam algo aí por nós, pessoal. Abraços!!

Veja também:   A trajetória vitoriosa de um homem que ainda usa a honestidade como escudo

samu 1

samu 2