Do Metrópoles

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um trabalhador foi assassinado pelo próprio supervisor, na manhã dessa segunda-feira (6/6), em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, por supostamente tomar café fora do horário definido em expediente.

O caso ocorreu nas instalações da empresa Sulcromo, que atua na produção de revestimentos. De acordo com as autoridades policiais, a vítima foi identificada como Marcelo Camilo, 36 anos.

O homem foi atingido por uma arma branca, semelhante a uma faca, utilizada como ferramenta de trabalho. As informações são do portal GZH. A reportagem do Metrópoles procurou a Polícia Civil do Rio Grande do Sul para prestar esclarecimentos sobre o caso, mas não obteve retorno até a publicação deste texto. O espaço segue aberto.

Imagens de câmeras de segurança que circulam nas redes sociais mostram a vítima correndo após a agressão. Veja:

Em publicação nas redes sociais, a Sulcromo informou que a empresa decretou luto oficial “em respeito ao colega Marcelo Camilo”. A instituição acrescentou que a morte do funcionário é uma “perda irreparável”, e ressaltou estar colaborando com os órgãos responsáveis pela investigação do crime.

“Neste momento, estamos nos dedicando, da melhor maneira possível, ao apoio à família de Marcelo. A comunidade da Sulcromo está em luto e em choque com esta perda irreparável. Estamos colaborando de todas as formas com os órgãos responsáveis pelas investigações”, divulgou a organização.

Veja também:   Briga entre família termina com a morte de dois homens no Sertão