Governo planeja Minha Casa, Minha Vida para renda até R$ 12 mil

Foto: Prefeitura de São Paulo/Divulgação

Por Metrópoles

O governo Lula planeja estender o programa Minha Casa, Minha Vida para famílias com renda até R$ 12 mil. Atualmente, são atendidas famílias com renda até R$ 8 mil.

Ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho disse no programa Conversa com o Presidente, nesta terça-feira (7/11), que está articulando com a Caixa Econômica Federal para ampliar o público atendido pela Faixa 3 do programa, que hoje em dia financia casas para famílias com renda mensal entre R$ 4,4 mil e R$ 8 mil.

Veja também:   Delegado de Polícia recebe homenagem da CMST e tornar-se cidadão serra-talhadense

Lula tocou no assunto durante a transmissão do programa, ao defender a facilitação da compra de casa própria por trabalhadores de classe média. O presidente já destacou uma medida do tipo em junho, o que ele chamou de uma espécie de faixa 4 do programa.

Jader também prometeu que mais de 2 milhões de residências do Minha Casa, Minha Vida vão ser concluídas até o final de 2026.

Bibliotecas

Ainda durante o programa, que é mediado pelo jornalista Marcos Uchôa, Jader Filho confirmou que os conjuntos habitacionais do Minhas Casa, Minha Vida terão bibliotecas e varandas, como pedido por Lula em ocasião anterior.

Veja também:   Bolsa Família com valor maior em setembro? Veja quem recebe

Os livros das bibliotecas serão doados pela Academia Brasileira de Letras. “Redes sociais afastam crianças e idosos da questão da leitura”, avaliou o ministro.