Greve_de_Professores_Educação_em_Crise


A greve dos professores do Estado tem ganhado força em Serra Talhada, os professores da escola Antônio Timóteo, no Alto do Bom Jesus, também aderiram ao movimento dos profissionais da educação. Em contato com o FAROL, os professores da escola emitiram uma nota, nesta terça-feira (14), justificando o posicionamento.

NOTA AOS ALUNOS, PAIS E COMUNIDADE DA ESCOLA ANTÔNIO TIMÓTEO 

Nós, professores da escola Antonio Timóteo informamos à população serratalhadense e principalmente à comunidade do Bom Jesus que estamos aderindo à greve por tempo indeterminado.

O governador não atende às reivindicações da categoria apresentadas durante as exaustivas negociações realizadas com o sindicato e por isso paramos nossas atividades, juntamente com a maioria das escolas do Estado.

O nosso sentimento é de profunda decepção com o governador e com os deputados que votaram a favor do Projeto de reajuste salarial de 13,1% para os professores com magistério e 0,89% para os de nível superior. A hora é agora. Não dá mais para protelar. Ou o Paulo Câmara acena com uma proposta séria, do contrário continuaremos em greve.

A liberdade e o discurso são a nossa forma de poder. Por isso não vamos abrir mão dessas forças que sem dúvidas nos conduzirão às conquistas necessárias para a garantia de uma vida melhor para todos.

Estamos cientes dos transtornos que uma greve pode causar, mas ela é necessária para que o trabalhador lute pelos seus direitos e consequentemente pela garantia de melhores  serviços para a sociedade.

Vamos à luta!

Professores da escola

Veja também:   Sebastião diz não ser traidor e detona Novaes: 'Lambe botas'