Da Folha do Progresso

Uma idosa de 81 anos, conhecida como cuidadora de cães em São Luís, no Maranhão, teve sua morte confirmada após perícia de ossada encontrada em sua casa. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (20).

Camélia Rosa Lopes desapareceu em agosto deste ano e vizinhos encontraram ossos do lado de fora de sua residência, onde havia 150 cães.

Ela vivia sozinha e não era acompanhada por um cuidador. De acordo com informação da Rede Mirante, a principal suspeita é de que a idosa tenha sofrido uma morte natural, mas acabou tendo o corpo atacado pelos animais, pois ficaram sem comida.

“Informações preliminares, captadas através da vizinhança, que conhece a rotina, que conhece a dinâmica da dona Camélia, existe a suspeita de que dona Camélia poderia ter falecido em sua residência e, por conta de um instinto animal, ela teria sido devorada pelos cães. Mas, tudo isso está sendo objeto de investigação”, disse a delegada Débora Aiara, da Delegacia do Meio Ambiente.

Os 150 cães foram retirados da residência de forma gradativa, sendo 100 adultos e 50 filhotes. Os saudáveis serão encaminhados para doação.