Idosa enfrenta dificuldades para tomar vacinas em UBS de ST

Foto: Reprodução / Internet

Publicado às 06h08 desta quinta-feira (20)

Moradores do bairro Cohab denunciam uma atitude de servidores da Unidade Básica de Saúde Cohab I, em Serra Talhada, que por duas vezes recusaram realizar a vacinação de uma idosa. A senhora de 81 anos, moradora da Cohab, reside apenas com uma bisneta de 14 anos, seu filho mora em São Paulo e conta com o suporte de vizinhos. De acordo com um dos moradores da localidade ela foi diversas vezes tentar tomar as vacinas de gripe e Covid-19, mas alegaram que não poderiam abrir o lote, pois não havia mais pessoas para vacinar.

“Venho informar que é a segunda vez que venho no posto de saúde da Cohab I com uma senhora de 81 anos e se recusam vacinar por causa que não podem abrir um novo lote. Dizem que não tem ninguém para tomar e quando vem não abrem. A enfermeira da área que moro está de férias e no posto só tem 3 funcionários. Então o posto da Cohab II está pedindo para que os pacientes não fiquem sem se vacinar e vão ao Cohab I, até porquê se trata de vacinas que qualquer posto é obrigatório vacinar”, comentou a moradora, complementando:

Veja também:   FUTEBOL: Torcida comparece ao Pereirão, mas Serra e Salgueiro ficam no 0x0

“Várias pessoas estão indo todos os dias e voltando porque a enfermeira falou que é de outra área. Então esses pacientes acaba ficando arriscando a vida, porque ninguém quer vacinar. Com essa fase de gripe que está voltando, os que se dizem profissionais e ganham para isso estão se recusando vacinar. Na realidade não tem nada a ver com lote, porque estão mandando voltar as pessoas que estão indo se vacinar. O motivo mesmo é porque é outra área e se recusam atender”.

Veja também:   Pais policiais algemam e prendem filho de 3 anos de idade por não saber usar o banheiro

OUTRO LADO

A reportagem do Farol de Notícias entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Serra Talhada para saber como o município pode atuar para resolver o problema da comunidade. Por meio de nota, a Saúde detalhou O caso e ratificou que a idosa já foi devidamente vacinada. Segundo o documento, a conduta dos profissionais de saúde seguram as normas do Ministério da Saúde.

 

NOTA – SECRETARIA DE SAÚDE

Boa tarde!
Manifestação recebida.

De fato, a idosa nos procurou a USF COHAB I em 18 de julho de 2023. Informamos que conforme preconiza o Ministério da Saúde a abertura dos lotes vacinais devem atender a coletividade, sob um quantitativo mínimo para evitar a perda do imunobiológico, devendo assim aguardar outros pacientes.

Veja também:   NEGLIGÊNCIA: Animais soltos nas ruas continuam causando transtorno em ST

Neste ínterim, a paciente encontrava-se atenciosamente aguardando, mas a acompanhante da mesma não concordou em aguardar.

Destacamos que a mesma foi imunizada, quando preenchidos os requisitos mínimos normativos para abertura dos lotes.

Elucidamos que o PNI Serra Talhada, distribui e atua em conformidade às orientações do Ministério da Saúde, no uso dos imunobiológicos especiais, indicados para situações e grupos populacionais específicos.