Indonésia incentiva teletrabalho para diminuir poluição

Foto: Pixabay

Por Folha de Pernambuco

Milhares de funcionários da capital da Indonésia, Jacarta, foram convidados a trabalhar de forma remota a partir desta segunda-feira (21), como parte de um projeto do governo que busca melhorar a qualidade do ar da cidade, segundo uma nota oficial.

O texto do governo, consultado pela AFP, afirma que o projeto busca reduzir os engarrafamentos em Jacarta, que será sede da cúpula da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) de 4 a 7 de setembro, e “diminuir os níveis de poluição do ar”.

Veja também:   Mulher é atropelada na BR-232 em Serra Talhada; veja imagens

Sob esse programa de teletrabalho, metade dos funcionários públicos empregados pela administração de Jacarta foi convidada a trabalhar de casa a partir desta segunda-feira por um período de dois meses.

De acordo com a agência regional do serviço público, a cidade de Jacarta empregava cerca de 50.000 pessoas em julho.

Jacarta é uma aglomeração de 30 milhões de habitantes que recentemente registrou um nível de partículas finas PM2,5 superior a cidades altamente poluídas do mundo, como Riade, Doha ou Lahore (Paquistão).

Veja também:   Momento de prisão de acusado de feminicídio em ST

Os defensores do meio ambiente acusam, em particular, as zonas industriais e as usinas movidas a carvão ao redor da capital de causar poluição tóxica, o que é negado pelo governo, que diz que as emissões dos veículos causam 44% da poluição em Jacarta, seguidas pelo setor de energia (31%) e pela indústria manufatureira (10%).