Equador aprova referendo para suspensão de petróleo no parque amazônico Yasuní

Foto: Cristina Vega Rhor/AFP

Por Folha de Pernambuco

Em uma consulta popular histórica, 59% dos candidatos equatorianos aprovaram a suspensão da exploração de petróleo em um setor do parque amazônico do Yasuní, segundo o resultado oficial de 98% dos urnas eleitorais divulgados nesta segunda-feira (21).

O “Sim” para deixar o petróleo no subsolo por tempo indeterminado no bloco 43 dentro da reserva Yasuní, de um milhão de hectares, teve uma vantagem de 18 pontos sobre o “Não”, segundo a apuração do Conselho Nacional Eleitoral (CNE).

Veja também:   Emoção marcaram adeus a empresário de ST