Inquérito do caso da menina Beatriz é concluídoDo G1/PE

Seis anos e meio depois do crime, o caso Beatriz Angélica Mota foi concluído pela Polícia Civil de Pernambuco. A menina, então com 7 anos de idade, foi assassinada dentro de uma escola em Petrolina, no Sertão. Marcelo da Silva, de 40 anos suspeito de desferir dez facadas na criança, está preso e foi indiciado por homicídio qualificado.

Beatriz Angélica foi morta em 10 de dezembro de 2015, quando estava na formatura da irmã, no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora. Ela saiu do lado dos pais para beber água e desapareceu. Vídeos registraram o momento em que a menina saía da solenidade

Veja também:   Instituto revela que mais de 60% dos negros e pardos são vítimas de crimes letais