INSS anuncia mudanças na Prova de Vida; veja como fazer o procedimento
INSS anuncia mudanças na Prova de Vida; veja como fazer o procedimento (Imagem: Jeane de Oliveira/ FDR)

Por FDR Notícias

Instituto Nacional do Seguro Social anunciou mudanças na prova de vida que garante a continuidade de aposentadorias e pensões. A partir de agora o procedimento não será mais feito presencialmente nas agências do INSS.

Veja mais: Bolsa Família: Benefício extra de R$ 300 para mães começa a valer em maio

Atualmente 39.504.571 benefícios são pagos pelo INSS; desse total; 23.113.768 são aposentadorias; 1.999.771 são auxílios; 5.864.393 são benefícios assistenciais. Incluindo o BPC; 8.440.102 são pensões por morte; e 86.537 são outros benefícios do Regime Geral de Previdência Social (RGPS).

Veja também:   Toreba Show, Ricardo França e Colorado em noite de forró em ST

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

Mudança na prova de vida do INSS

  • Desde janeiro de 2023 o procedimento mudou e agora quem faz a prova de vida é o INSS.
  • Isso significa que o segurado não é mais obrigado a comparecer nas agências da Previdência ou bancárias para fazer a comprovação.
  • Agora ela acontece através do cruzamento do banco de dados de outros órgãos públicos federais, de preferências dados de biometria.
  • A prova de vida é usada pelo INSS para comprovar que o segurado está vivo e por isso precisa continuar recebendo o benefício.
  • Com isso o INSS pretende reduzir as fraudes e o pagamento indevido de aposentadorias, pensões e auxílios.
Veja também:   Os profissionais do sexo especializados em atender pessoas com deficiência

Veja mais: Governo faz anúncio sobre cestas básicas do Bolsa Família

Inclusive, um pente fino no INSS foi anunciado no começo desse ano.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

Suspensão dos pagamentos do INSS sem prova de vida

  • A prova de vida sempre preocupou os brasileiros, pois, antigamente a falta dela resultava em suspensão do benefício.
  • Mas, uma portaria publicada no último dia 8 de março determinou que os pagamentos do INSS não sejam suspensos ou bloqueados até 31 de dezembro de 2024 por falta da prova de vida.
  • O segurado que preferir pode fazer a prova de vida pelo aplicativo Meu INSS através do reconhecimento facial.
  • Na última semana o STF julgou a revisão da vida toda
Veja também:   Excepcional tem cartão de benefício furtado em ST