INSS autoriza retorno ao trabalho sem perícia médica

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Por NE 10

O Ministério da Previdência Social e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciaram, nesta quarta-feira (1º), que trabalhador afastado por auxílio-doença poderá retornar ao trabalho antes do fim do prazo e sem precisar de perícia médica.

O objetivo é diminuir o tempo de espera nas filas e antecipar os atendimentos atrasados.

O beneficiário é quem deve pedir o fim do auxílio na agência do INSS ou pela Central 135.

PRORROGAÇÃO AUTOMÁTICA DO AUXÍLIO-DOENÇA

Uma outra novidade anunciada nesta quarta é a prorrogação automática do auxílio-doença a cada 30 dias.

Veja também:   Homem é detido após tentar lançar veículo contra multidão em cidade belga

A prorrogação no recebimento do benefício será feita independente do tempo de espera para perícia médica.

Conforme levantamento do INSS, em setembro, havia 624 mil brasileiros aguardando por perícias médicas.

Dentro desse grupo, 282 mil indivíduos já esperavam por mais de um mês na fila. Além disso, aproximadamente 150 mil pessoas que têm perícias médicas agendadas para extensão do auxílio-doença enfrentam demora para receber atendimento.

“Esses agendamentos fazem com que o segurado, independentemente do resultado da perícia, fique recebendo o benefício sem pedir mensalmente a prorrogação”, explica o presidente do INSS, Alessandro Stefanutto.

Veja também:   Homem mata a noiva enquanto ela dormia e comete suicídio

De acordo com ele, a medida é provisória e visa fazer com que os segurados sejam estimulados a retornar ao trabalho sem que tenha que aguardar a perícia.