Invicto há quatro jogos fora do Recife, Náutico visita o Operário-PR

Foto: Tiago Caldas/CNC

Por Folha de Pernambuco

Com cinco vitórias e dois empates, o Operário-PR está invicto como mandante na Série C do Campeonato Brasileiro. Desempenho que faz o clube ocupar a vice-liderança do torneio, com 25 pontos. Acabar com a sequência positiva dos paranaenses e, de quebra, pegar a segunda posição é a missão do Náutico neste sábado (29), no Germano Kruger, pela 15ª rodada.

O Náutico é o sexto colocado da Série C, com 23 pontos. Caso ganhe do Operário-PR, o clube pode chegar à vice-liderança. Para isso, será preciso secar também Amazonas (3º, com 25), Botafogo-PB (4º, com 24) e Volta Redonda (5º, com 23), nos jogos contra Figueirense, Manaus e Altos, respectivamente.

Veja também:   O Papai Noel não deixou morrer o Natal em ST

Além da invencibilidade como mandante, o Operário também tem a melhor defesa do torneio, com apenas oito gols tomados em 14 partidas. “Sabíamos que teríamos os confrontos mais difíceis na parte final do campeonato. Enfrentaremos uma equipe bastante qualificada, uma das melhores. Mas vamos ao embate. Se conseguirmos os três pontos, nós vamos ultrapassá-los na tabela, ficando mais próximos da classificação (ao quadrangular)”, afirmou o meia Gabriel Santiago.

“Eles são extremamente ofensivos em casa. Estamos analisando o time deles desde um dia depois do jogo do Remo. O professor passou alguns vídeos para entendermos os movimentos da equipe deles. Vamos tentar neutralizar os pontos fortes deles”, detalhou o lateral-esquerdo Rennan Siqueira.

Veja também:   Outro profissional de saúde infectado em ST

Para o confronto, o técnico Fernando Marchiori não terá a presença do zagueiro Odivan, com lesão no joelho. Joecio e Richardson, recém-contratados, são opções para fechar o setor, ao lado de Denilson.

Além do Operário, o Náutico ainda enfrentará outros clubes que, assim como o Timbu, também estão no G8. Casos do líder Brusque, do Paysandu, em sétimo, além do São Bernardo, atualmente em oitavo. A exceção é o CSA, em 12º.

“É uma sequência pesada, mas não teve jogo fácil na Série C. Independente do adversário ou da colocação, é 11 contra 11. As partidas são muito disputadas, do primeiro ao último minuto. Não dá para cravar quem vai ganhar, independente do mando de campo. Sabemos das nossas qualidades e vamos aprimorar para conquistar as vitórias”, argumentou o goleiro Vagner.

Veja também:   Gov. Márcia solta nota bomba após denúncias de Klenya Mourato

Ficha técnica

Operário-PR

Rafael Santos; Sávio, Allan Godói, Willian Machado e Arthur Neves; Índio, Erik Bessa, Vinícius Diniz e Alisson Taddei. Felipe Augusto e Rafael Oller.Técnico: Rafael Guanaes

Náutico

Vagner; Victor Ferraz, Joecio (Richardson), Denilson e Rennan Siqueira; Jean Mangabeira, Souza, Gabriel Santiago e Berguinho; Paul Villero e Jeam. Técnico: Fernando Marchiori

Local: Germano Kruger (Ponta Grossa/PR)
Horário: 16h
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP). Assistentes: Luiz Alberto Andrini Nogueira e Leandro Matos Feitosa (ambos de
Transmissão: Nosso Futebol e canal GOAT