Jovem de 14 anos cria sabonete que trata câncer de pele

Foto: Reprodução / Redes sociais

Por Diário de Pernambuco

Um adolescente de 14 anos, Heman Bekele, recebeu o prêmio de “Melhor Jovem Cientista da América” por criar um sabonete que combate o câncer de pele. Além disso, o produto custaria menos de US$ 10 (ou seja, menos de R$ 50). Na prática, o sabonete reativa a capacidade das células mortas pelo câncer de se protegerem e curarem.

Em abril, ele inscreveu sua ideia para a premiação 3M Young Scientist Challenge, que seleciona jovens do quinto ao oitavo ano com ideias para mudar o mundo. Em outubro, após competir com outros 2 mil estudantes, ele venceu o troféu de Melhor Jovem Cientista da América e US$ 25 mil, depois de criar um protótipo junto de sua mentora.

Veja também:   Cliente aciona a DP após aplicar 100 mil e desconfiar de gerente em ST

Bekele criou o produto com a infusão de três ingredientes que podem reativar as células dendríticas, que fazem parte do sistema imunológico e responsáveis pela identificação de infecções e o desenvolvimento de respostas imunes – como no combate ao câncer. Segundo Bekele, o sabonete pode ser aplicado a cada dois dias após a prescrição e custa apenas US$ 0,50 (aproximadamente R$ 2,50)

Em uma entrevista ao The Washington Post, Bekele contou que a inspiração para o protótipo veio de sua infância, quando morava na Etiópia. “Sempre vi pessoas trabalhando constantemente sob o sol quente”, disse Heman. “Me perguntei quantas delas têm câncer de pele e nem sabem”.

Veja também:   Confira as atrações para o fim de semana em ST

A mentora de Heman, a engenheira de produto Deborah Isabelle, disse ao jornal americano que percebeu o entusiasmo do jovem desde o primeiro encontro e o descreveu como um rapaz “focado em fazer um mundo melhor para pessoas que ele sequer conheceu”.

 

Heman também disse que pretende usar o prêmio da competição para patentear o “Sabonete Para Tratamento de Câncer de Pele” (ou SCTS, em inglês).