Da ISTOÉ

A Justiça britânica condenou Charlotte Dootson, de 25 anos, por ter amarrado e matado o marido de 53 anos por estrangulamento em agosto de 2021. Ela foi presa na última terça-feira (24). As informações são do G1.

O crime aconteceu no fim do ano passado e Charlotte enviou fotos do marido imobilizado para um homem com quem estava flertando. Ao receber a foto, ele escreveu: “Espero que não faça isso comigo”. Depois, ela respondeu: “Nunca amarrerei você”.

Mohammed Mukhtar, o marido de 53 anos, morreu enforcado. De acordo com a polícia de Manchester, na Inglaterra, a mulher era abusiva e violenta com a vítima. Ao ser encontrado, já sem vida, foram notadas marcas no fígado.

Antes do assassinato, que lhe rendeu prisão perpétua, Charlotte já tinha sido detida três vezes por atacar o marido com facas e fios elétricos, mas Mukhtar não ajudava a promotoria local. Agora, ao ser pega, ela admitiu o crime para os policiais.

Veja também:   Um dos baleados em ST ainda sob cuidados médicos; outro foi liberado