LICITAÇÕES 2: Oposição rebate líder de governo e cobra respostas de licitaçõesA bancada de oposição na Câmara Municipal de Serra Talhada (CMST) não ficou desconfortável com as críticas disparadas pelo líder do governo, Manoel Enfermeiro (PT), que acusou os vereadores de estarem fazendo “auê” com os pedidos de informações sobre as licitações realizadas pelo prefeito Luciano Duque (PT). Tranquilo, o vereador Márcio Oliveira (PTN) não quis polemizar com o colega petista.

“Ninguém está fazendo auê ou querendo aparecer. Estamos fazendo o nosso papel de fiscal das contas públicas. Só isso”, declarou Márcio Oliveira, em conversa com o FAROL DE NOTÍCIAS. De acordo com o vereador, até agora a bancada de oposição não afirmou que teria coisas erradas no governo Duque. “Achamos que existem disparidades nos pregões e nas licitações e que precisam de esclarecimentos. Este é o nosso papel”, disse Oliveira.

Veja também:   Equipe da transição de governo defende aumentar mistura no diesel

Um das respostas mais esperadas pela bancada da oposição refere-se aos gastos com o traçado do anel viário, que teve início em janeiro. Entre tantas perguntas, os vereadores querem a confirmação se foram gastos cerca de R$ 1,5 milhão com a locação de máquinas pesadas para a abertura de 23 quilômetros de estradas.

Também há expectativas com relação aos gastos com festas populares e com o pregão que destina R$ 1 milhão para compra de cadeiras de rodas. Mas o vereador Manoel Enfermeiro pensa diferente e diz que os oposicionistas “querem sair bonito na foto”.

Veja também:   Ex-prefeito multado por irregularidade em merenda