Mais de 170 servidores municipais vão processar agência em STPublicado às 04h55 desta sexta-feira (10)

Uma onda de inquietação financeira atinge os servidores públicos de Serra Talhada com os relatos de descontos bancários. A advogada Gabriela Florêncio emitiu uma nota afirmando que foi procurada por 174 trabalhadores e entrou com uma liminar coletiva contra o Banco Bradesco, responsável pelo pagamento dos servidores municipais.

Segundo ela, está coletando as documentações em seu escritório para desvendar a origem desses descontos e, talvez, indicar se houve falha nos procedimentos de repasse entre o município e o banco. A ação também realiza o pedido de danos morais no valor de R$ 10 mil por servidor.

Veja também:   Carnaval: "Viva a Vida, viva o Frevo, viva Enéas"

Mais de 170 servidores municipais vão processar agência em ST

“A comunidade de Serra Talhada espera ansiosamente por respostas. O que antes parecia ser um caso isolado agora se revela um problema coletivo, com múltiplos servidores clamando por esclarecimentos e ações efetivas. O novo desdobramento também coloca pressão sobre as autoridades municipais para que assumam uma postura mais ativa na resolução do problema”, analisou Florêncio, complementando:

“A persistência dos descontos traz à tona questionamentos sobre a eficácia dos controles internos e a transparência na gestão dos recursos públicos. Enquanto as investigações prosseguem, o receio de que a situação possa deteriorar ainda mais a já frágil economia local paira no ar. Os servidores de Serra Talhada, unidos por uma causa comum, esperam que a justiça prevaleça”.

Veja também:   DESABAFO DO LEITOR: Qual será o legado que Luciano Duque irá deixar?