Do Folhape

Foto: Luiz Acosta/AFP

Mais de mil haitianos estão bloqueados na cidade mexicana fronteiriça de Nuevo Laredo (nordeste), de onde esperam conseguir atravessar a fronteira com os Estados Unidos e ser aceitos pelas autoridades migratórias do país.

O governo da cidade, localizada no estado de Tamaulipas, oferece abrigo temporário aos migrantes que chegaram com um cartão humanitário de visitante temporário e está aplicando a vacina contra a Covid-19, informou Humberto Fernández Diez de Pinos, secretário de Proteção Civil.

A cidade recebeu mais de de 3 mil migrantes haitianos, incluindo quase 2 mil que atravessaram legalmente a fronteira com os Estados Unidos – todos tinham reuniões programadas com as autoridades migratórias.

Desde meados do ano passado, dezenas de milhares de haitianos, muitos deles procedentes do Chile e do Brasil, viajaram pelo continente americano até chegar ao México para tentar entrar nos Estados Unidos e solicitar asilo.

Muitos que não alcançam o objetivo optam por pedir asilo no México, onde o número de solicitações de haitianos mais que triplicou em 2021 na comparação com 2020, de acordo com os números oficiais.

Veja também:   Após perda de assinantes, Netflix faz demissões