Médico de ST denuncia seleção do Samu feita pelo 'zap'Publicado às 14h50 desta quinta-feira (30)

Surge mais uma polêmica em torno das contratações para o Samu Regional – Serviço de Atendimento Médico de Urgência. Após o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) suspender por 48 horas todo o processo, e solicitado vários esclarecimentos ao Instituto de Técnica e Gestão Moderna – ITGM e ao Consórcio de Integração dos Municípios do Pajeú – CIMPAJEÚ [veja aqui], agora os desencontros surgem em torno das contratações dos médicos plantonistas.

De acordo com o médico serra-talhadense Lourival Rodrigues, a seleção dos aprovados foi feita via um grupo privado de WhatSapp. O médico sugere que o Ministério Público também apure todo o processo. “Uma seleção feita por grupo de WhatSapp é estranho isso e seria muito importante que o Ministério Público também checasse a lisura deste processo, na surdina”, disse Lourival Rodrigues. A reportagem do Farol entrou em contato com o responsável pela organização do processo, através de mensagem de texto, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Veja também:   Ministro Fachin manda PF ouvir Sarney, Renan, Jucá e Sérgio Machado