Médico de ST grava vídeo; Exército emite notaPublicado às 20h desta sexta (10)

O médico serra-talhadense Felipe Ferraz, 23 anos, apareceu num vídeo compartilhado nas redes sociais dizendo que já está bem. O vídeo é gravado por um homem que aparenta ser um profissional do Hospital Esperança, onde Felipe está internado, em Recife, na UTI. Na gravação, o serra-talhadense está deitado na cama, ainda sob o monitoramento de aparelhos, e diz: “Aspirante Ferraz, tudo certo, tudo em ordem, já já a gente está de volta”.

Nessa quinta-feira (9), a tia de Felipe, a serra-talhadene Kátia Nogueira compartilhou nas redes sociais um depoimento dizendo que seu sobrinho teria sido vítima de tortura e maus tratos durante um treinamento de formação de médicos pelo Exército na capital pernambucana. Veja o depoimento completo dela clicando AQUI. Nessa quinta (9), o Conselho Regional de Medicina (Cremepe) emitiu nota dizendo que vai abrir investigação sobre as denúncias.

O Comando Militar do Nordeste (CMNE) respondeu, por meio de nota, que o aspirante a oficial “sentiu-se mal durante uma sessão de Treinamento Físico Militar, prevista no contexto do Estágio de Adaptação ao Serviço” e foi “imediatamente socorrido pela equipe médica que acompanhava o treinamento”, que decidiu transferi-lo para a unidade de saúde mais próxima, com estrutura para diagnóstico.

“Posteriormente, a pedido da família, foi transferido para um hospital particular. Foi instaurado processo administrativo para apurar as circunstâncias que envolveram o fato e todo o apoio de saúde e assistência social está sendo prestado ao militar e sua família”, diz ainda o texto da nota enviada ao portal G1.

Veja também:   China acelera aprovação de novas usinas a carvão, segundo Greenpeace

VEJA O VÍDEO