Milei ecolhe Luis Caputo como novo ministro da Economia

Foto: Eitan Abramovich / AFP

Por Folha de Pernambuco

Javier Milei confirmou nesta quarta-feira que o novo ministro de Economia é Luis Caputo. A confirmação foi feita em entrevista à rádio argentina Continental, após Milei voltar de sua primeira viagem como presidente eleito, aos Estados Unidos.

O novo titular da pasta tem fortes relações com o ex-presidente Mauricio Macri, do qual já foi ministro da Economia presidente do Banco Central.

“O ministro da Economia é Luis Caputo” disse o liberal em entrevista à rádio argentina Continental após voltar de sua primeira viagem como presidente eleito, aos Estados Unidos.

Veja também:   Conselho abre processo contra senador flagrado com dinheiro na cueca

Caputo o acompanhou na viagem aos Estados Unidos. O futuro ministro continua em Washington para reuniões com o Fundo Monetário Internacional, entre outros encontros.

Caputo vai assumir o ministério num momento em que o país enfrenta forte crise, com inflação de mais de 140% em 12 meses. Caberá a ele também tocar o plano de dolarização da economia, caso Milei decida levar a ideia à frente.

“Quando olhamos para a natureza dos problemas argentinos, como 15 pontos de déficit fiscal e 10 pontos desses são gerados pelo Banco Central, está claro que o primeiro problema que temos que resolver é Leliq (taxa básica de juros argentina, equivalente à Selic brasileira). Se nos equivocamos aí, terminamos com uma hiperinflação” disse o presidente eleito em entrevista a outra rádio argentina, La Red.

Veja também:   Com mais dois ouros, Alemanha segue em 1º

A taxa supera 130% ao ano. Para efeito de comparação, a Selic está em 12,25%.

Ao ser consultado se daria autonomia ou se faria alguma intervenção na gestão de Caputo, Milei respondeu que o equilíbrio fiscal “não é negociável”, segundo o jornal argentino Clarín.