Moradora diz que há propaganda enganosa na saúde; PMST rebate
Foto: Reprodução/Internet

Uma moradora do bairro AABB, em Serra Talhada, entrou em contato com a redação do Farol de Notícias para reclamar do atendimento médico realizado na Unidade Básica de Saúde AABB/Várzea.

Segundo a mulher, a prefeitura de Serra Talhada faz propaganda enganosa quando afirma que todos os dias há médicos nos postos de saúde da cidade.

“As atendentes disseram que a médica não vinha na quarta-feira, como assim? Então a médica responsável atende apenas nas segundas e terças-feiras? Gostaria de saber que organização é essa em que a profissional só atende no posto dois dias na semana? Isso está certo?”, indagou a dona de casa.

Veja também:   Programa Cesta Básica é liberado no Bolsa Família

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

FUNCIONAMENTO DOS POSTOS DE SÁUDE

A assessoria da Secretaria Municipal de Saúde enviou ao Farol uma nota explicando os horários de atendimento médico da Unidade de Saúde dos bairros AABB e Várzea. Confira.

Mediante denúncia referida por paciente, relatamos que na USF AABB VÁRZEA, dispomos de atendimentos médico todas as Segundas, Terças e Quintas e um dia da semana para realização das visitas domiciliares aos pacientes da área que necessitam do assistência.

Veja também:   Comércio e Serviços de ST com horários especiais na folia

Quanto ao fato do dia 28 de março não haver atendimento, trata-se de decreto municipal dando ponto facultativo devido ao feriado do dia 29 de março.

De todo modo, o município de Serra Talhada dispõe de Atendimento Médico Noturno (todos os dias da semana), o mesmo atende toda população, independente de área, a todos que necessitam do atendimento.

Informamos ainda que no dia 26 março outro filho da paciente denunciante passou pela médica do postinho e a mesma relatou na recepção que gostou muito do atendimento.

Veja também:   Brasil tem 32 casos confirmados da variante ômicron

Por esse motivo retornou hoje (27 de março) a unidade pra consultar seu filho de 10 meses, que estava com febre.

Lamentamos pelo sofrimento dessa mãe, pois acreditamos que ela só queria ajudar o seu bebê. Inclusive, foi ofertado o atendimento de enfermagem a paciente.

Mas a mesma não retornou, visto que no momento em que a paciente procurou a unidade, a enfermeira estava em horário de almoço.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)