Publicado às 07h deste domingo (10)

Farol com informações do Blog Marcello Patriota

Foi morta, nesse sábado (9), com disparos de arma de fogo, a jovem  Jéssica Priscila Maciel, 32 anos, que residia na zona rural de São José do Egito, Sertão do Pajeú. Ela era casada e deixou dois filhos. De acordo com informações colhidas pelo blog do Marcello Patriota, o esposo da vítima relatou que madrugada por volta de 00h30, escutaram barulho dos cachorros e a esposa saiu com uma lanterna. O marido não saiu pois estava jurado de morte, o mesmo responde por homicídio.

Em depoimento a Policia, o marido disse que escutou tiros, gritou para os vizinhos chamarem a polícia, ao chegar a PM se deparou com o corpo de Priscila caído no terreiro da casa, com dois disparos  de arma de fogo nas costas.

Veja também:   Vandinho reassume comissão e desabafa

O companheiro dela, que estava cumprindo pena em regime aberto a cerca de 6 meses, por crime de homicídio, é o principal suspeito do assassinato da jovem. Ele foi detido e conduzido ao plantão da delegacia regional de Afogados da Ingazeira, porém, nega a autoria do crime e afirma que alguém foi para mata-lo e acabou vitimando Jéssica Maciel.

Segundo a Polícia Civil, o crime está sendo investigado para apurar a verdadeira autoria, se for comprovado que o companheiro foi mesmo quem matou a companheira, será caracterizado um feminicídio, se não for, o caso será julgado como homicídio.