Do Folhape

Foto: Prefeitura de Caruaru / Divulgação

Ao que tudo indica, diferentemente do que ocorreu no Carnaval, o São João será, de fato, festejado em 2022. Após dois anos de cancelamentos por causa da Covid-19, as prefeituras dos principais polos da festa em Pernambuco começam a se organizar para o ciclo junino, tendo como fundamento a decisão tomada pelo Governo do Estado de liberar a realização de shows e eventos com a capacidade máxima.

Só nos últimos dias, duas das maiores cidades com forte tradição na festa, Caruaru e Petrolina, respectivamente, no Agreste e no Sertão, anunciaram programações. Além delas, a sertaneja Arcoverde incluiu a festa no calendário do município. Porém, de acordo com o atual decreto, para que sejam realizados, os eventos precisam ter controle de entrada, com exigência do comprovante de vacinação completa.

Nesta quarta-feira (30), a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, apresentou, em cerimônia no Alto do Moura, os detalhes da programação na Capital do Forró, que terá mais de 800 shows, em 24 polos, ao longo de um mês, a partir do dia 4 de junho. Entre as atrações, estão nomes como Elba Ramalho, Claudia Leitte, Alceu Valença, Simone e Simaria, Maiara & Maraísa, Alok, João Gomes, Wesley Safadão e Zé Vaqueiro.

Questionada pela reportagem sobre o controle de acesso, a Secretaria Executiva de Imprensa e Comunicação afirmou que o formato dos eventos vai depender do cenário epidemiológico no período e que seguirá todos os protocolos ditados pelas autoridades sanitárias.

Petrolina e Arcoverde

Já na última terça (29), foi a vez do agora ex-prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, que anunciou a programação da cidade, com destaque para Priscila Senna, Elba Ramalho, Jorge e Mateus, Xand Avião e Simone & Simaria, entre os dias 17 e 26 de junho. Segundo a gestão do município, toda a festa ocorrerá no novo Pátio de Eventos e, mesmo sem gratuita, será “cercada”, com controle de acesso mediante apresentação do cartão de vacina.

Veja também:   Hospam tem quase 30 crianças internadas

Também no Sertão, o prefeito de Arcoverde, Wellington Maciel, confirmou a realização das atividades culturais. Porém, a programação e o formato das festividades ainda não foram definidas. De acordo com a prefeitura, as medidas de acesso serão anunciadas, “com base nas exigências do Governo de Pernambuco”.

Recife em análise

Na Capital, não há uma definição sobre as celebrações do São João.

Por nota, a Prefeitura disse estar “vigilante” em relação aos dados epidemiológicos e aos protocolos definidos a cada decreto estadual. “Considerando a natureza do São João recifense, de rua, bem como o cenário atual, de gradual transição, ainda com restrições, podemos afirmar que, por ora, não há perspectiva para realização de uma festa popular na cidade”, afirmou.

A gestão ressaltou ainda que tem investido cerca de R$ 10,5 milhões em diversas iniciativas para mitigar o impacto sofrido pela cadeia criativa durante o período da pandemia.