Fotos: Farol de Notícias/Max Rodrigues/Josi Souza

Publicado às 13h30 desta quinta-feira (10)

Após o governo de Pernambuco anunciar nesta segunda-feira (7), o cancelamento das festas de Natal e Ano Novo no estado, por causa da pandemia da Covid-19, os músicos de Serra Talhada organizaram uma manifestação ao lado da Casa da Cultura com o objetivo de chamar atenção do governador para que revogue o decreto ou apresente uma estratégia que permita a categoria trabalhar.

Segundo Cristiano Leite, músico da Banda Vizzu, a categoria é formada por cerca de 300 músicos ativos, porém o evento reuniu entre 30 e 40 porque a maioria precisa trabalhar em outros setores, logo não puderam estar presentes. Ele ainda afirmou que município e a Secretária de Cultura estão apoiando a causa deles, embora esteja de mãos atadas frente ao decreto estadual.

”Queremos chamar atenção do governador e dos políticos que podem levar nossa causa até ele. Precisamos que eles se mobilizem para nos ajudar, que eles vejam isso e levem ao governador, que entendam que não é o músico que espalha o vírus. É injusto com a gente proibirem nosso trabalho com apenas 45 dias que haviam liberado enquanto há aglomerações em bancos, ônibus, e em outros locais. Aglomeração é aglomeração.”

 

Veja também:   Casos de Covid aumentam mais de 100% em ST em 48 horas