Do Diario de Pernambuco

Em comunicado nesta quinta-feira (25), a agência espacial dos Estados Unidos, NASA, afirmou que o prédio da instituição ganhará um nove nome. A sede passará a se chamar de Edifício Mary W. Jackson, uma homenagem à primeira engenheira e cientista negra do ógrão.

A novidade, no entanto, já havia sido antecipada nessa quarta-feira (24), pelo administrador do instituto, Jim Bridesine. “Mary W. Jackson fez parte de um grupo de mulheres muito importantes que ajudaram a NASA a enviar com sucesso astronautas americanos ao espaço”, disse ele.

Mary W. Jackson ingressou na agência, em 1951. Sete anos depois, em 1958, tornou-se a primeira engenheira aeronáutica negra da instituição, que mais tarde se transformou na mundialmente conhecida NASA.

Ela se especializou no estudo de túneis de ventos e na análise de dados de aeronaves experimentais. Autora e co-autora de dezenas de artigos, seu trabalho na agência foi considerado fundamental por duas décadas. No cinema, a história de Mary W. Jackson foi retratada no filme “Estrelas além do tempo”, de 2016. A cientista se aposentou em 1985 e faleceu em 2005 de causas naturais.