Negociando celular roubado, 3 pessoas acabam na DP de STPublicado às 13h desta quinta (21)

O 14º BPM continua identificando e autuando pessoas portando celulares oriundos de roubo ou furto em Serra Talhada. Por isso a importância de você adquirir somente aparelhos com nota fiscal.

Dessa vez, três consumidores foram detidos pela PM em Santa Cruz da Baixa Verde, nessa quarta (20), por envolvimento na compra e venda de um celular fruto de crime na Capital do Xaxado.

O aparelho, apreendido pela polícia através do número do IMEI (International Mobile Equipment Identity), foi adquirido nas redes sociais em um grupo de compra e venda de Serra Talhada, segundo alegaram os suspeitos.

Veja também:   Bandidos roubam moto de estudante em ST

Dentre eles, está uma mulher de 42 anos que alegou que recebeu o celular por intermédio de um moto-táxi após comprá-lo no suposto grupo serra-talhadense na internet.

“O curioso é que, nessas condições, quem adquire o aparelho acha que está levando vantagem por ser mais barato, mas pode acabar sendo autuado na delegacia”, analisou um agente de Polícia Civil, ouvido pelo Farol nesta quinta (21).

“Ou seja, as pessoas que compram celular sem nota sem saber que o produto é fruto de crime podem acaba respondendo por receptação”, reforçou.

Veja também:   Hospam ganha equipamentos cardíacos de nova geração

Em apenas quatro dias, a Polícia Militar vem identificando e autuado várias pessoas em Serra Talhada por conta da identificação do IMEI, que indica a origem e o real proprietário do aparelho [veja aqui].

Leia mais

Pelo número do IMEI, polícia identifica mais celulares roubados em Serra Talhada