O repúdio à desonestidade intelectual; por Apolônio

Publicado às 04h45 desta segunda-feira (3)

Por Jorge Apolônio, Policial Federal e integrante da Academia Serra-talhadense de Letras (ASL)

O que é CORTE de recursos? É o cancelamento definitivo de recursos. O que é CONTINGENCIAMENTO de recursos? É a suspensão temporária de recursos até ser resolvida a situação que gerou a suspensão.

Desonestidade é algo asqueroso que todo mundo sabe o que é. Porém existe um tipo de desonestidade que é a desonestidade intelectual, que muitos praticam, poucos sabem o que é e da qual a grande maioria desinformada é vitima.

E o que é isso especificamente? Desonestidade intelectual é, por exemplo, afirmar como verdadeiro algo que sabe ser falso, com o intuito de conquistar simpatizantes para uma causa. É imoral, escabrosa e usada cínica e  habitualmente pelos esquerdistas para aliciar os ignorantes, os chamados inocentes úteis, os idiotas úteis mesmo.

Veja também:   Adolescente de 14 anos é raptada, estuprada e degolada em Venturosa

Quanto é 30% de algo? Ora, é a quantidade de 30 unidades em cada grupo de 100 (30/100) desse algo. Se esses 100 são divididos em várias partes, e se calcula 30% apenas da parte de valor 11,143  (30/100/11,143), por exemplo, o resultado será 3,43 (arredondados) que representarão 30% da referida parte, mas apenas 3,43% do todo, os 100. É profundamente lamentável se alguém que terminou o ensino médio não é capaz de fazer esse cálculo nem entender essa lógica. Se as escolas ensinassem com eficiência “razão e proporção ou regra de três”, isso seria facilmente compreensível para todos os secundaristas, no mínimo.

Veja também:   CONTRATOS TEMPORÁRIOS: PMST divulga mais um resultado final; confira

Por que esses números? Para comprovar matematicamente e não só verbalmente a desonestidade intelectual de quem, mesmo sabendo ser a afirmação falsa, insiste em afirmar que o governo promoveu um CORTE e não um contingenciamento de uma parte específica dos recursos da educação (despesas discricionárias) e, pior ainda, falseia o número para 30% sobre o todo, quando na verdade a incidência foi de 30% só sobre uma parte, o que resulta em um número bem inferior, apenas 3.43% sobre o todo.

COMPORTAMENTO DA CÂMARA DE ST

Armado com o argumento cinicamente falso do corte de 30%, um vereador petista articulou na câmara de vereadores de Serra Talhada um ato de repúdio ao governo federal por causa do suposto corte. A sociedade serra-talhadense instruída e consciente não deixou barato e demonstrou na sessão seu próprio repúdio a essa falsa acusação. Surpreso com os aplausos do repúdio genuíno ao repúdio forjado, o presidente da casa, também petista, de forma intolerante e antidemocrática, suspendeu a sessão. Para ele, o povo, que é dono da casa, não tem o direito de demonstrar ali sua justa indignação, ainda que seja com aplauso. A que nível deplorável chegou a câmara de vereadores desta cidade. Por essa e outras, fica sempre evidente a desnecessidade de mais de nove vereadores qualificados na casa. Acorda, Serra Talhada!

Veja também:   Ex-vereador diz que secretário de Duque mente sobre obra em Serra Talhada