Por Jorge Apolônio, serratalhadense e Policial Federal

Eu sei qual era a intenção de Manoel Lisboa, Emmanuel Bezerra e Manoel Aleixo e de todos os que eram comunistas como eles ao enfrentar a ditadura militar de direita nos anos 60/70 no Brasil e que hoje se dizem democratas. Esses “democratas” não lutavam por democracia. Eles lutavam para implantar aqui outra ditadura, só que de esquerda, comunista. Inspirados na URSS e em Cuba, esses simpatizantes do comunismo, entre eles Dilma Roussef, Zé Dirceu etc. praticaram atos de terrorismo em defesa de sua causa: o comunismo. Terroristas mataram até mais de cem civis inocentes no Brasil.

É inegável que os militares cometeram muito mais atrocidades. Não existe ditadura boa. Regime político bom mesmo é a democracia, que, entretanto, também tem seus percalços. Em virtude da firmeza dos militares, o Brasil conseguiu se livrar do comunismo. Comunismo este que faliu todos os países onde foi implantado, inclusive a URSS, berço dessa desgraça. Deixou um legado de milhões e milhões de mortos pela fome e pela repressão. Pelo que a História provou, o Brasil se livrou do desastre ao se livrar do comunismo.

Aqueles comunistas que foram derrotados durante a ditadura agora posam de democratas para os que tem memória curta. São lobos vestidos em pele de cordeiro, enganadores dos ingênuos e gente de pouco estudo. De novo cito Dilma , Zé Dirceu etc.

Lampião, todos sabemos, foi um dos maiores bandidos da história do Brasil. Isto não é minha opinião, é um fato. Ainda que em Serra Talhada se faça apologia a ele. Che Guevara foi um dos maiores bandidos da história do comunismo. Isto também não é minha opinião, é um fato. Ainda que determinados “democratas” façam apologia a ele.

Veja também:   A inauguração da Estação Ferroviária e o protesto de Lorena

Não posso deixar de lamentar o profundo equívoco histórico ou mesmo a ideologia dos que compõem a União dos Estudantes Secundaristas de Serra Talhada. Por quê? Pela composição infeliz das imagens de Che Guevara e Lampião no logotipo da entidade. E por que mais? Por fazerem homenagem a três pessoas que lutaram contra a ditadura, é (meia) verdade, mas não pela democracia e sim para implantar a ditadura de sua preferência – a de esquerda, a comunista.