Nove famílias que ocuparam as casas construidas pela Companhia de Habitação de Pernambuco (Cehab), no último dia 26 de julho, preparam-se agora para ocupar o pátio do escritório regional da Celpe, em Serra Talhada, nos próximos dias. O motivo: ainda estão aguardando a promessa do órgão em colocar energia elétrica nas residências.

“As pessoas precisam da eletricidade para viverem com dignidade. Desde o dia 3 de agosto que a gente conversa com a Celpe que nada resolve. Dizem que para colocar luz tem que ter a escritura das casas e o projeto da Cehab. A Compesa, que todo  mundo reclama, colocou água em três dias. Por que tanta burocracia?”, questionou a líder comunitária Regina Gualberto em contato com o FAROL.

Veja também:   Médica anuncia novidades no Sassepe em ST

Ela aproveitou para dar um ultimato ao órgão. “Vamos esperar apenas dez dias. Se não resolver vamos ocupar o prédio da Celpe em Serra Talhada”, ratificou Gualberto. As obras de urbanização do bairro do Mutirão vêm se arrastando há mais de 5 anos anos. Pelo projeto, está previsto a construção de 36 casas, mas até agora conta com apenas nove prontas. O FAROL entrou em contato com a gerência regional da Celpe, que informou que vai se pronunciar sobre o caso por meio de nota à imprensa em breve.