Outono começa com alerta de fortes tempestades
Chuva – Foto: William Cardoso/Metrópoles

Por Metrópoles

O outono começou nessa quarta-feira (20/3) em todo Brasil. A nova estação já inicia com alertas emitidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de tempestades e chuvas intensas para grande parte do país.

O Inmet emitiu alerta vermelho de “grande perigo” de tempestade para o Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Na região Sudeste, a previsão é de que o acumulado de chuva supere os 100 milímetros por dia e os ventos cheguem aos 100km/h. Há risco de queda de árvores, descargas elétricas, alagamentos e enxurradas. O alerta vale até a manhã de domingo (24/3).

Veja também:   Mais casos de furtos e estelionatos em ST

O que diz o Inmet

Segundo o Inmet, a região Sul, que também está sob alerta vermelho, deve sofrer com chuvas de mais de 100 milímetros por dia, ventos superiores a 100km/h e queda de granizo. Os estados sulistas podem sofrer ainda com estragos em plantações, queda de árvores, alagamentos e corte de energia. O alerta deve persistir da madrugada desta quinta (21/3) até a manhã do mesmo dia.

A partir dessa quarta, uma frente fria atinge a região Sul, especialmente o Rio Grande do Sul. A queda nas temperaturas deve se estender até o final de semana, quando irá afetar outras partes do Brasil, como o Vale do Paraíba, litoral norte de São Paulo, sul e Zona da Mata de Minas Gerais, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo.

Veja também:   Ucrânia pede ajuda ilimitada à Otan para contra-atacar Rússia

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

O Inmet também emitiu alerta laranja de “perigo” para chuvas intensas para as regiões, Sudeste, Centro-Oeste, Sul, Norte e Nordeste.

Confira os estados afetados:

  • Amapá;
  • Amazonas;
  • Distrito Federal;
  • Goiás;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Pará;
  • Paraná;
  • Rio de Janeiro;
  • Rio Grande do Sul;
  • Rondônia;
  • Santa Catarina;
  • São Paulo; e
  • Tocantins.

Nessas unidades da federação, a chuva deve chegar aos 100 milímetros por dia e ventos intensos de até 100 km/h. Há risco de corte de energia, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Veja também:   O ano dos 'feriadões': veja quais serão e se programe

Por fim, o último alerta do Inmet é o amarelo de “perigo potencial” e vale para:

  • Acre;
  • Amapá;
  • Amazonas;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Espírito Santo;
  • Goiás;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Minas Gerais;
  • Pará;
  • Paraíba;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Rio de Janeiro;
  • Pernambuco;
  • Rio Grande do Norte;
  • Rondônia;
  • Roraima;
  • São Paulo; e
  • Tocantins.

Nos estados sob alerta laranja, a previsão é de que a chuva alcance até 50 milímetros por dia e os ventos cheguem até 60km/h. Também há risco de queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.