Paciente é xingado por médico de 'safado' no Hospam

Publicado às 13h10 desta quinta-feira (10)

Foto Arquivo Farol

Um serra-talhadense procurou o Farol de Notícias, nesta quinta-feira (10), para denunciar uma situação de maltrato e mau atendimento passado por ele no Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães – (Hospam).

Segundo Robson da Silva, 29, após sofrer uma queda, ele buscou o atendimento de urgência do Hospam por estar sentindo muitas dores. Na unidade, foi encaminhado para o ortopedista de plantão. Entretanto, o profissional informou ao rapaz que o atendimento não era com ele, mas sim com o clínico geral.

Veja também:   Muito sertanejo e forró com Wesley Gonçalves na programação de sexta

O jovem foi até o clínico que, por sua vez, informou que o atendimento era com o ortopedista e não com ele. Robson relatou que voltou a sala de ortopedia acompanhado do clínico e que neste momento os dois médicos não entraram em consenso sobre qual deles atenderiam o paciente.

Diante o impasse, o jovem informou que o ortopedista se exaltou e xingou Robson de “mentiroso” e “safado” alegando que ele não teria informado que estava sentindo dores.

“É um descaso, você chega lá precisando ser atendido e não querem atender. A gente paga imposto, eu sou trabalhador e não um vagabundo e mesmo que fosse seria um ser humano. Hospital foi feito para atender mesmo. Precisa de uma fiscalização mais rígida e ver melhor as pessoas que eles colocam para trabalhar. Eu me senti humilhado. me senti muito mal. É uma coisa que é da gente e a gente não ser atendido”, lamentou Robson.

Veja também:   Governo federal anuncia vagas em concursos públicos em 2023

Sem atendimento médico e sentindo fortes dores, o rapaz resolveu buscar assistência médica no Hospital Regional Eduardo Campos.

OUTRO LADO

O Farol entrou em contato com o Diretor do Hospam, Leonardo Carvalho, para entender a situação. O gestor disse que iria apurar os fatos e depois se manifestaria sobre o imbróglio. Até o fechamento desta edição nenhuma nota foi emitida.