Do Diario de Pernambuco 

Após uma longa comoção de fãs e uma disputa judicial, a cantora Britney Spears não está mais sob tutela de seu pai, Jamie Spears. Segundo a publicação americana Variety, ele entregou assinou uma petição na Suprema Corte de Los Angeles desistindo de ter o controle sobre a vida e as finanças da filha nesta quinta-feira,.

Britney viveu os últimos 13 anos tendo o pai como tutor legal. Contudo, do ano passado pra cá, se intensificou um movimento de fãs que apontavam um caráter abusivo nessa tutela, com a estrela do pop tendo sua liberdade reprimida de diversas formas. A questão ganhou um popular documentário lançado no começo deste ano, batizado de Framing Britney Spears, retratando a comoção dos fãs e alguns sinais de que as coisas não estavam bem com a cantora, o que chegou a ser negado algumas vezes.
Contudo, em junho passado, a questão foi levada à tribunal e Britney descreveu os anos de tutela como de extremo abuso por parte do pai, indicando ainda que gostaria de prestar queixas e colocá-lo na cadeia. Seus advogados entraram com uma petição pela suspensão da tutela, assinada nesta quinta por Jamie.
Segundo a defesa de Jamie, não há motivos para a suspensão, mas Spears pai decidiu assim pois afirma que se tornou “alvo de ataques sem justificativa” e que não é de seu interesse ter uma batalha pública contra a filha. Ainda segundo a declaração, Jaime se prepara para uma transição da tutela para uma nova pessoa.
A defesa de Britney comemorou o fato. Segundo Mathew Rosengart, seu advogado, os alicerces legais para a suspensão são insuperáveis e apoiados pela lei e pelos envolvidos no caso, como a própria cantora e sua equipe médica. A declaração ainda lamenta ataques considerados vergonhosos sofridos pela cantora e sugere que Jaime fique em silêncio e não faça falsas acusações contra a filha, com a continuação das investigações.