Do NE10-Interior

A parcela de junho do Auxílio Brasil 2022 começou a ser liberada nesta sexta-feira (17). O valor mínimo mensal é de R$ 400, mas este mês a parcela pode vir mais alta para as famílias.

O benefício substitui o programa social Bolsa Família e é pago a famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

COMO RECEBER O VALOR MAIOR DO AUXÍLIO BRASIL?

Para receber o Auxílio Brasil com aumento neste mês de junho, a família beneficiária deve ter direito a receber o Auxílio Gás. Ele é pago a cada dois meses e depositado juntamente com o dinheiro do Bolsa Família.

O Vale-Gás depende do preço do botijão GLP de 13kg. O valor em junho do benefício deve ser aproximadamente R$ 53, em média.

QUEM PODE RECEBER O AUXÍLIO GÁS?

As famílias devem:

Estar inscritas no CadÚnico;
Ter renda per capita de até meio salário mínimo (R$ 606);
Ter algum membro que receba o Benefício de Prestação Continuada.

QUEM PODE RECEBER O AUXÍLIO BRASIL OU BOLSA FAMÍLIA 2022?

As famílias devem:

Comprovar renda mensal por pessoa de até R$ 105 (extrema pobreza) ou renda mensal entre R$ 105,01 e R$ 210 (linha de pobreza);
Ter algum dos seguintes componentes: gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos.

PARCELAS EXTRAS DO AUXÍLIO BRASIL

Além do Auxílio Gás, também é possível aumentar o valor da parcela do Auxílio Brasil através de parcelas extras.

Algumas famílias, por exemplo, têm direito ao Auxílio Inclusão Produtiva Urbana e podem receber até R$ 600 por mês. O acréscimo de R$ 200 é pago a famílias que têm algum integrante trabalhando com carteira assinada.

O Auxílio Esporte Escolar e a Bolsa de Iniciação Científica Júnior podem incluir uma parcela de R$ 1.000 e 12 outras de R$ 100, podendo chegar ao valor de R$ 2.200 no fim do ano.

Veja também:   Garota de PE ganha Miss Universo Pré-Teen