Pente fino no Bolsa Família deve cortar 10 milhões de pessoas

Do JC Online

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, confirmou, nesta quinta-feira (9), que 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família estão sendo avaliados sobre a possibilidade de serem excluídos do programa por atualmente terem indícios de receberem o pagamento de forma indevida. O governo Lula (PT) planeja faze um pente fino no programa de transferência de renda.

Segundo ele, está em andamento a revisão dos dados do Bolsa Família, e os resultados devem ser apresentados ao presidente ainda neste mês de fevereiro.

Veja também:   Prouni: prazo para comprovar dados termina nesta terça-feira

“Temos um foco de mais ou menos 10 milhões de beneficiários que estão na linha da avaliação dessa revisão do cadastro. Acreditamos que mais ou menos 2,5 milhões destes que recebem têm grandes indícios de irregularidade”, afirmou Dias.

De acordo com o ministro o governo de Jair Bolsonaro (PL) desmantelou todas as bases de dados sociais do governo federal.

“Foi desmantelado o cérebro do Cadastro Único. É como se tivesse uma bagunça para perder o controle”, disse o ministro.

Atualmente, Pernambuco é o quarto estado com maior número de beneficiários do Bolsa Família (1.712.855). Em todo o País, o programa encerrou dezembro com 21,5 milhões famílias beneficiadas.

Veja também:   Píton de 5,2 metros é capturada nos EUA