Do G1

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Resgate da jovem ocorreu no dia 18 de janeiro na cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra. Ela chegou a Corumbá (MS) e retorna ao Recife nesta quinta-feira (28).

A jovem pernambucana de 19 anos que foi resgatada de cárcere privado na Bolívia retorna ao Recife nesta quinta-feira (28). De acordo com a Polícia Federal (PF), após várias negociações e tratativas entre os consulados brasileiro e boliviano, a jovem foi recepcionada na cidade de Corumbá (MS) e ficou em uma casa de apoio da diretoria da Secretaria da Mulher do Mato Grosso do Sul.

Ainda segundo a PF, quando ela regressar ao Recife vai ser recepcionada pela polícia e levada até os seus parentes. Ela ainda deve ser ouvida em inquérito policial para elucidar todos os fatos do período em que passou raptada na cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra.

A jovem, que não teve o seu nome divulgado, foi à cidade de Corumbá atrás de uma falsa proposta de emprego. O município sul-mato-grossense faz fronteira com a Bolívia. De acordo com a PF, a mulher foi posta em um veículo, contra a sua vontade, e levada até a cidade boliviana.

A PF informou, ainda, que ela permaneceu, durante uma semana, sem comunicação com parentes e amigos e foi mantida presa em um quarto de uma pensão, perto do centro de Santa Cruz de La Sierra.

No dia 18 de janeiro, ela conseguiu pedir ajuda a um funcionário da pensão e teve contato com parentes que residem no Recife, conforme relatou a polícia. Os familiares acionaram a corporação, que localizou a mulher.

A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar um possível caso de tráfico humano. Ainda não foram identificados os autores do crime, mas uma investigação foi iniciada por parte das autoridades bolivianas, conforme também informou a PF.