PF investiga fraude em licitação no Sertão de PE

Do Blog do Francisco Brito

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (04/04), a Operação Nobreak, visando apurar contratação realizada pela prefeitura municipal de Araripina no Sertão de Pernambuco, com verbas do Fundeb, em que foi contratada uma suposta empresa de fachada/fantasma, por meio de adesão à ata de registro no município de Curaçá/BA, para o fornecimento de notebooks pelo valor de R$ 6.627,30 cada, totalizando R$ 2.849.739,00.

De acordo com as apurações iniciais, teriam sido identificados supostas fraudes à licitação e um superfaturamento na compra dos notebooks, que totalizou mais de R$ 1.2 milhão.

Veja também:   No rádio, FAROL registra no 'Livro das Promessas' os juramentos de campanha dos candidatos, assista!

Há indícios da existência de uma organização criminosa especializada no desvio de verbas públicas e lavagem de capitais.

Os crimes investigados são peculato, pagamento com preterição da ordem cronológica de exigibilidade, fraude em licitação e contrato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.