PM entra na disputa para alavancar discurso conservador em ST
Jucelio Souza, Policial Militar – Foto: Farol de Notícias / Licca Lima

Na manhã desta quinta-feira (28) o Programa Falando Francamente recebeu a visita de Jucelio Souza, o Policial Militar há 16 anos que deseja colocar seu nome como pré-candidato a prefeito pelo Partido Liberal (PL) em Serra Talhada.

Em conversa com Giovanni Sá, na TV Farol de Notícias, o serra-talhadense afirmou que está em diálogo com as lideranças estaduais do PL, que pretendem realizar o ato de filiação e o lançamento de seu nome para pleito eleitoral.

“O que me motiva a pensar a política é o desejo de mudança. O despertar para a política foi recente, mas no meio do caminho surgiram situações que me fizeram olhar para a política. Já tivemos várias conversas com o presidente da sigla no Estado, Anderson Ferreira. Além do deputado Joel da Harpa, que apoiamos aqui em Serra Talhada. Se tenta construir esse nome. Antes de colocar meu nome a disposição eu procurei diversos empresários aqui”, destacou Souza, complementando:

Veja também:   Deputado Danilo Cabral é oficializado pré-candidato

“Várias personalidades que eu acredito que representam o anseio desse grupo que existe, um grupo conservador. E nós temos um perfil desse candidato, e independente do meu nome, nós traçamos um perfil de candidato que passará a ser uma opção de verdadeira mudança. Nós não apresentaremos a terceira via. Nós somos a única via que de fato representa a mudança em Serra Talhada precisa”.

Receba as manchetes do Farol em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

PM entra na disputa para alavancar discurso conservador em ST

BOLSONARO EM SERRA TALHADA

Jucelio Souza assumiu a postura do discurso da direita conservadora. No entanto, detalhou que não deverá levar o palanque das eleições municipais para representações federais. Sobretudo, associando sua campanha ao ex-presidente Jair Bolsonaro.

Veja também:   Desconfiança na Presidência da República sobe para 50%

“Como é algo que traz muita polêmica. Tanto a figura dele, como a do outro (presidente Lula). Eu costumo dizer, vamos deixar isso para 2026. Na questão da campanha municipal, o que se pensa é seguir o que o diretório estadual nos oferecer. A gente vai ver quais são as coordenadas para a campanha municipal. Eu não penso em utilizar a questão nacional, seja a imagem do ex-presidente ou qualquer outra. Eu pretendo focar no município, sabendo que a figura do ex-presidente Bolsonaro representa hoje o PL. Mas amanhã, possa ser que esse grupo não esteja no PL”.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

AVALIANDO MÁRCIA CONRADO

Já no quesito gestão Márcia Conrado, ele vê governos de continuidade nas últimas duas décadas na cidade. O novo pré-candidato preferiu jogar para a plateia e afirmou que o povo que vai responder nas urnas.

Veja também:   Primeiras pílulas anticovid-19 têm resultados promissores

“A respeito da gestão atual, eu não vejo mudança, essas últimas gestões são sequências dos 20 anos para cá. Até mesmo porque, é o mesmo grupo. As pessoas que vêm participando desse grupo são as mesmas. Eu acho que para Serra Talhada tenha uma mudança tem que ser refrigerado com um planejamento. Eu não reprovaria a gestão atual, mas eu deixo para o povo dar essa resposta em outubro deste ano”, finalizou.

PM entra na disputa para alavancar discurso conservador em ST

VEJA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA