duque e faecaFotos: Alejandro Garcia /Farol

O ‘trator’ do prefeito Luciano Duque não para de arar a roça do deputado Sebastião Oliveira. Nessa sexta-feira (10) quem aderiu a base governista foi o ex-vereador Faeca Melo, presidente do PSD em Serra Talhada. A euforia do ex-vereador foi tão grande que o levou a  participar do ato público promovido pelo governo petista. Em conversa com o FAROL, Faeca Melo admitiu que pode assumir uma secretaria nos próximos dias.

“Fui procurado pelo prefeito Luciano Duque que me fez o convite para ajudar Serra Talhada e fiquei muito lisonjeado e agora estamos juntos e vamos trabalhar por Serra Talhada”, disse o ex-vereador, que tem uma relação de amizade com os irmãos Oliveira (Sebastião e Waldemar).

“Assim que recebi o convite fiz questão de conversar com o deputado Sebastião Oliveira. E ele me entendeu. Estou com Sebastião em 2018, mas em 2016 vou subir no palanque do prefeito Luciano Duque”, garantiu Faeca.

SECRETARIA

Ao ser questionado sobre a pasta que iria ocupar, a partir da reforma administrativa que está sendo desenhada por Duque, Faeca preferiu desconversar.

“Eu não cobrei isso dele, mas penso que a secretaria tem que ter o meu perfil. Sou um articulador político… eu tenho este perfil. Mas vou deixar o prefeito a vontade”, declarou, informando ainda que vai conversar com o vereador Paulo Melo para dar apoio ao governo.

GILSON PEREIRA

Ainda durante a conversa, por telefone, Faeca Melo comentou como será a relação com o vereador Gilson Pereira, único vereador da legenda e um crítico mordaz do governo petista. “Gilson é um homem inteligente e uma hora ele vai reconhecer as qualidades do governo Luciano Duque e que ele (Duque) ainda tem muito para oferecer a Serra Talhada. Mas quem vai resolver isso é o tempo. Não farei nenhuma pressão no nobre parlamentar”, finalizou.

Veja também:   Após saída de Karla Millene, governo nomeia interina na XI Geres em Serra Talhada
ARIANE BELFORT-  EX-SECRETÁRIA DE INOCÊNCIO OLIVEIRA- TAMBÉM ADERIU AO GOVERNO
ARIANE BELFORT- EX-SECRETÁRIA DE INOCÊNCIO OLIVEIRA- TAMBÉM ADERIU AO GOVERNO