Publicado às 05h43 deste domingo (19)

Diante de reuniões, e negociações sem sucesso, dos professores da Rede Municipal de Ensino de Santa Cruz da Baixa Verde em busca do reajuste do piso salarial os 33,24%, o Simduprom-PE emitiu uma nota à imprensa relatando a luta da categoria que irá paralisar as atividades pedagógicas dia 23 em protesto a última proposta do governo anunciada durante a reunião de terça-feira (14), e uma nova reunião de negociação também dia 23.

NOTA DO SIMDUPROM-PE

Na última terça-feira (14), o SINDUPROM-PE (Sindicato Único dos Profissionais do Magistério Público das Redes Municipais de Ensino de Pernambuco) e os Professores da Rede Municipal de Ensino de Santa Cruz da Baixa Verde estiveram reunidos com a gestão municipal a fim de discutir a proposta do reajuste salarial de 33,24%.

Na ocasião, a gestão surpreendeu a categoria propondo alterar completamente o Plano de Cargos e Carreiras do Magistério com desvalorização profissional, onde trazia a proposta de reajuste de apenas 13,24% e não de 33,24% o que é de direito da categoria. Diante do exposto, a categoria decidiu por não acatar a proposta, havendo inclusive indignação por parte dos professores pelo desrespeito aos seus direitos, ficando acordado com a gestão municipal uma nova rodada de negociação para o dia 23/06. A categoria decidiu então, a parada das atividades pedagógicas no dia 23/06 e convoca todos os professores ativos e aposentados para acompanharem a mesa de negociação que acontecerá nessa data.

Vale ressaltar que já houve outras rodadas de negociação entre a gestão municipal, o SINDUPROM-PE e a categoria de professores, mas infelizmente sem sucesso, sem proposta por parte da gestão municipal e que, inclusive, na quinta-feira (9) o SINDUPROM-PE e a categoria de professores ativos e aposentados da Rede Municipal de Ensino de Santa Cruz da Baixa Verde estiveram participando da Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores reivindicando o reajuste salarial de 33,24%. Na ocasião, a categoria de professores pontuou que em reuniões anteriores com a gestão municipal havia garantia, por parte do prefeito, que o reajuste salarial seria concedido no mês de junho já com pagamento retroativo a janeiro. Durante a sessão a categoria de professores decidiu aguardar até o dia 14/06 (negociação citada acima).

Veja também:   Carro capota e mãe de sargento morre

NENHUM DIREITO A MENOS! PISO SALARIAL É LEI!

O OUTRO LADO

Após receber a nota do Simduprom-PE, a redação do Farol entrou em contato com o prefeito de Santa Cruz da Baixa Verde, Irlando Parabólica, para comentar sobre a situação, porém até o fechamento da matéria não obteve resposta.