Farol escuta paciente sob investigação em STPublicado às 14h51 desta segunda-feira (16)

As redes sociais estão ávidas no compartilhamento de informações com relação a situação da proliferação do Coronavírus em Pernambuco e a possível chegada da enfermidade em Serra Talhada. Com a obrigação de esclarecer todos as notícias de caráter duvidoso e as fake e news, o Farol de Notícias montou uma força tarefa de investigação.

Nesta segunda-feira (16) uma mensagem afirmava que o primeiro caso suspeito de Coronavírus estaria sendo notificado na cidade e a paciente colocada em quarentena. A reportagem do Farol conversou, com exclusividade, por telefone, com a psicóloga serra-talhadense Amanda Pereira Frazão, 28 anos, servidora pública municipal que estaria infectada após retornar de uma viagem ao Recife.

Veja também:   Amor entre casal serra-talhadense já completa 72 anos

Segundo ela, foi até a capital pernambucana nos últimos dias para participar de uma seleção para o Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP), onde teve contato indireto com candidatos de diversas partes do país. Logo então, apresentou a sintomatologia de uma gripe forte. No texto, a psicóloga pede desculpas e desmarca seus pacientes até segunda ordem.

“Gostaria de esclarecer todo esse alarde que está ocorrendo sobre minha procura por atendimento no Hospam devido a sintomas da gripe. Sou da área da saúde, e como forma de prevenção, pensando nos meus familiares e pacientes, fui ao estabelecimento em busca de orientações e exame, por ter estado recentemente em Recife em uma seleção no IMIP, onde tinha pessoas de diversas localidades”, declarou a profissional, complementando:

Veja também:   Serrinha: Vereador acusa governo do Estado de quebrar acordo e prejudicar agricultores

“No mais, nada foi diagnosticado. Porém, como forma de prevenção, estamos em investigação e evitando contato pessoal. Peço que todos fiquem tranquilos, pois nós que fazemos parte da Secretaria Municipal de Saúde estamos buscando novas informações para tranquilizar a população e prevenir que esse vírus se espalhe. Agradeço a atenção de todos e sigamos prevenindo”.

SAIBA MAIS:

Farol escuta paciente sob investigação em ST