Foto: Alejandro García/Agência Papiro

A vice-Prefeita de Serra Talhada, Tatiana Duarte (PSC), assumiu oficialmente a Secretaria da Mulher de Serra Talhada, fazendo questão de anunciar que não haverá acréscimo de salário pelo fato de assumir um papel duplo no governo. Em coletiva a imprensa, nesta terça-feira (2), Tatiana disse o que seria prioridade na sua pasta, uma vez que o orçamento é muito pequeno. Cerca de R$ 260 mil/ano.

“Temos habilidade em lidar com orçamento apertado e vamos apostar muito na questão da transversalidade. A secretaria da Mulher vai interagir com outras secretarias. Mas a prioridade será o combate a violência contra a mulher e vamos lutar pela construção de um centro de referência para Serra Talhada”, disse a vice-prefeita, afirmado que a nova missão é um desafio em sua vida.

Veja também:   Filas enormes em ST nessa sexta-feira (12) para o Auxílio Brasil

Entre os servidores empossados como secretários além  da vice-prefeita Tatiana Duarte (PSC) estão Célio Antunes, que assume a pasta de Serviços Públicos, Euclides Ferraz, Meio Ambiente e Igualdade Racial, e Anildomá Willams, Cultura e Turismo.

“QUERO SER RESPEITADA”

Após a cerimônia de posse, Tatiana Duarte fez um desabafo afirmando ter sido vítima de agressões verbais desde a campanha eleitoral e pediu mais respeito. Inclusive, por parte da imprensa. “Temos sido vítimas de agressões terríveis. A agressão verbal fere muito. Fui vítima disso durante a campanha e ainda estou sendo. Esta agressão verbal precisa ser combatida porque estão entrando na minha vida pessoal. Você deve criticar o gestor e a gestora mas deve respeitar a mulher”, enfatizou Tatiana Duarte.

Veja também:   A falange da estupidez política nas Eleições de 2022, por Bel Alves