Repórter descobre morte da filha ao cobrir acidente
Foto: Reprodução/Metrópoles

Por Metrópoles

O comunicador e repórter Donatto Candido descobriu a morte da filha ao chegar para cobrir um grave acidente em Faxinal, no norte do Paraná. Ele fazia uma transmissão ao vivo in loco, quando ficou sabendo que a vítima era a própria filha Kamilly Vitória Cândido, de 21 anos. A polícia abriu inquérito para investigar o caso.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão (clique aqui)

O acidente aconteceu na noite de sexta-feira (22/3), na PRC-279, rodovia de pista simples. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Kamilly pilotava uma moto que bateu de frente com um carro modelos Fiat Palio, onde estava um casal, que foi socorrido e levado ao hospital.

Veja também:   Os benefícios de jogar jogos online grátis

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Ricardo Mendes, o casal deve ser ouvido nesta segunda-feira (25/3).

O que falta esclarecer sobre o caso

A vítima foi identificada como Kamilly Vitória Cândido tinha 21 anos. Segundo o pai dela, a jovem era estudante de biomedicina. Ela tinha acabado de sair da empresa Coamo, cooperativa agroindustrial, onde havia conseguido um trabalho temporário como safrista, antes de se envolver na batida.

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol pelo Instagram (clique aqui)

“Estava feliz da vida com o novo emprego temporário que conseguiu tem pouco tempo. Ela trabalharia no fim de semana e disse que estava muito feliz porque, graça a Deus, ela ia passar um fim de semana trabalhando”, falou o pai dela, Donato Candido.

Veja também:   Raquel Dodge prega harmonia entre Poderes para estabilidade do país

Segundo o investigador, alguns laudos são necessários para determinar a velocidades dos veículos envolvidos no acidente, o motivo da colisão, se algum deles invadiu a pista contrária.