Rosa Pau Ferro e outros ícones de ST serão relembrados em filme

Os atores e produtores culturais Weslley Lima, Carlos Sett e a atriz Dorotea Nogueira, tiveram seus projetos contemplados na Lei Paulo Gustavo Municipal 2023, no edital Oliveiro Burrego de audiovisual, onde cada um deles aprovou um filme documentário, bastante significativo para Serra Talhada e região.

Os filmes serão realizados pela Equipe Teatral de Serra Talhada – ETEAST Produções Artísticas, encabeçada por Carlos Sett, que conta com 10 artistas em seu quadro de associados. Sua missão é produzir espetáculos de teatro, vídeos, obras audiovisuais e literárias sempre na vanguarda do fazer artístico e cultural na Capital do Xaxado.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Documentário sobre personalidades serra-talhadenses

Weslley Lima propôs o documentário “Mulheres e Homens das Letras Serra-talhadenses”, visando catalogar algumas dessas personalidades iluminadas, fazendo memória da existência de quem, ao longo do tempo, registrou através da escrita narrativa e/ou versos suas percepções da vida e da história, deixando suas marcas nos livros publicados.

Veja também:   Avante lança pré-candidato Francisco Padilha

“É imprescindível que conheçamos essas figuras geniais do passado para entendermos melhor o presente, incentivando novos escritores e escritoras. No filme, partimos do arquivo bibliográfico do professor e guardião da memória do município Dierson Ribeiro, que cataloga e guarda em sua casa/museu, das primeiras obras publicadas na antiga Villa Bella a livros atuais de vários gêneros”, explica Weslley Lima.

 A Rosa de Serra

Seguindo na mesma direção de registar em filme documental de personalidades históricas e geniais da cidade, o projeto de Carlos Sett é sobre uma figura pouco citada e conhecida das novas gerações de serra-talhadenses, a maestrina Rosa Pau-ferro do Nascimento, cujo o título será “Tia Preta, A “Rosa” da Serra”.

Veja também:   Touro enfurecido ataca homem em Serra Talhada

Rosa Pau Ferro e outros ícones de ST serão relembrados em filme

A ideia surgiu da vontade de conhecer um pouco mais sobre a Maestrina negra que era chamada por muitos de “Tia Preta”, seu legado musical, os serviços na Igreja católica e o trabalho voluntário na “Casa dos Pobres” e, assim, apresentá-la ao mundo através de um filme, linguagem artística e de alcance mundial pela Internet, através da publicação no Canal da ETEAST no YouTube”, pontua Carlos Sett.

Já a multi-artista Dorotea Nogueira compartilhará com os expectadores a segunda parte de sua trajetória como ativista da Campanha Mundial de Alerta e Prevenção ao Câncer de Mama. Ela lançou em 2021 o documentário: “Dorotea Nogueira – A Cangaceira Rosa”, com recursos próprios. Agora, com recursos oriundo da LPG, produzirá junto aos integrantes da ETEAST Produções, mesma equipe do primeiro filme, o curta “Dorotea Nogueira: A Maria Amiga do Peito”.

Veja também:   Jovem faz rifa para ajudar cachorro atropelado em ST

Rosa Pau Ferro e outros ícones de ST serão relembrados em filme

No primeiro filme, contamos sobre o diagnostico de câncer de mama e a luta travada por Dora em busca da cura, o surgimento da personagem – A Cangaceira Rosa e a sua missão de levar uma mensagem positiva para outras mulheres. Agora, o foco é a mastectomia, que são os procedimentos cirúrgicos para retirada da mama infectada e o processo de reconstrução da nova prótese mamária”. Comenta Hícaro Nogueira, diretor de fotografia e um dos roteiristas dos filmes.