Saiba quem não vai receber o Bolsa Família de agosto

Foto: Arquivo/ Farol de Notícias

Por PronaTEC Noticías

Com a chegada de um novo mês os beneficiários do Bolsa Família ficam apreensivos com possíveis cortes que podem acontecer, fazendo com que algumas famílias não consigam receber a parcela de agosto. O temor existe por causa das suspensões, bloqueios e cortes que aconteceram em meses anteriores.

O Ministério do Desenvolvimento Social está realizado uma investigação nos dados das famílias do programa para ter certeza que todas que estão na folha de pagamento realmente possuem o direito ao benefício. Dessa forma, quem não cumprir as regras do Bolsa Família pode ter o corte confirmado.

A medida também abre espaço para que famílias que têm direito e ainda não recebem possam entrar na leva de pagamentos. A seguir vamos conferir quem corre o risco de não receber o Bolsa Família em agosto, quem tem direito ao benefício e como evitar o corte. Veja ainda o calendário de repasses deste mês.

Veja também:   PE tem 5 casos suspeitos de reinfecção

Quem corre o risco de não receber o Bolsa Família neste mês?

O mês de julho teve uma redução no valor médio da parcela do Bolsa Família, com vários beneficiários deixando de receber e novos sendo incluídos no programa assistencial. Em agosto deve acontecer algo semelhante, diante das verificações que estão sendo realizadas nos dados do Cadastro Único.

O Ministério do Desenvolvimento Social realiza mensalmente um cruzamento de dados de cada beneficiário com o suporte do Dataprev. É verificado se todas as regras de elegibilidade do Bolsa Família estão sendo cumpridas. Se for identificada algo que descaracterize o recebimento, o representante familiar pode ser chamado ao CRAS para prestar esclarecimentos.

Veja também:   Pôr do sol mágico nos últimas horas de 2021 em ST

Caso seja confirmado que a renda não está de acordo com o limite do programa, o corte será realizado. O mesmo pode acontecer se os dados do Cadastro Único estiverem desatualizados há mais de 2 anos e se as condicionantes do programa forem descumpridas de maneira reincidente. Tem direito ao benefício toda família que tenha renda mensal por pessoa de até R$ 218.

As condições para continuar recebendo o benefício mensal são em termos de saúde e educação. As gestantes precisam realizar o pré-natal corretamente, as crianças menores de 6 anos devem ter um acompanhamento do estado nutricional, as vacinas precisam estar em dia com o calendário de imunização e as crianças e adolescentes em idade escolar devem estar frequentando a escola seguindo a frequência.

Valores e calendário de pagamento

A parcela mínima do Bolsa Família é de R$ 600, com possibilidade de receber mais. Isso porque é pago R$ 150 para cada criança que tenha até 6 anos de idade e R$ 50 para as gestantes, lactantes e pessoas entre os 7 e 18 anos de idade. A ordem de pagamento do beneficio é seguindo o final do NIS.

Veja também:   Fortes nevascas alteram transporte do país

Os pagamentos de agosto serão realizados junto com a parcela do Auxílio Gás, para quem tem direito. Os depósitos terão início no dia 18 e finalizam no dia 31, com os valores depositados em conta poupança social digital do Caixa Tem. Veja quais são todas as datas do mês:

NIS 1: 18/08;
NIS 2: 21/08;
NIS 3: 22/08;
NIS 4: 23/08;
NIS 5: 24/08;
NIS 6: 25/08;
NIS 7: 28/08;
NIS 8: 29/08;
NIS 9: 30/08;
NIS 0: 31/08.