Publicado às 12h37 deste sábado (16)

O secretário estadual de Transportes e deputado federal licenciado Sebastião Oliveira (PR) elevou o tom do discurso em resposta a uma provocação do prefeito Luciano Duque (PT), registrada nessa sexta no programa Frequência Democrática, na rádio Vilabela FM [leia aqui].

Duque desafiou a oposição a comparar as obras tocadas pela prefeitura em Serra Talhada com as executadas pelo governo Paulo Câmara na cidade, alegando que as ações da gestão municipal são bem superiores em termos de qualidade e gestão de recursos.

Em resposta, neste sábado (16), no Programa Farol de Notícias, na Vilabela FM, Sebastião Oliveira disse que Luciano mais uma vez ‘joga pra plateia’ um discurso ‘sem pé nem cabeça’, pois não daria para comparar as obras que o Estado vem fazendo com as da prefeitura. O secretário voltou a dizer que Duque soltou ‘leviandades’ contra o governo estadual.

“Foi uma declaração sem responsabilidade nenhuma. Qual obra ele quer comparar? Ele está construindo algum aeroporto? Ele está construindo alguma estrada pra distrito, alguma PE? Não está! Ele construiu algum terminal rodoviário? Tem um aí em Serra que está enganchado a não sei quantos anos, que ele vem só falando, falando, falando… Então, a gente da oposição quando faz crítica a gente dá nome, endereço, CPF, identidade e ele precisa parar de jogar pra a plateia e ter responsabilidade, deixando a leviandade à parte e dizer que obras vão ser comparadas”, disparou Sebastião, elevando o tom:

“Agora quem topa o desafio sou eu, prefeito! Pode dizer qual a obra você quer comparar de qualidade do serviço e vamos pegar a planilha de preço pra gente mostra à população. Agora você precisa dizer o que está fazendo. Você está fazendo faculdade de Medicina? Não está! O senhor está fazendo aeroporto? Não está! Estrada pra Bernardo Vieira? Também não! O senhor está requalificando a BR-232 em Varzinha? Então, como é que pode comparar obra que a gente fez com o que ele nunca fez? Já as obras dele (Luciano) com o governo federal estão todas paradas… É praça parada, é UPA-24 horas parada, é Samu parado…”.

Compartilhe isto: