Secretário fala sobre brigas internas e clima entre Márcia e Duque

Publicado às 17h desta quarta-feira (23)

O secretário de Obras, Cristiano Menezes, disse que é normal em todo e qualquer “casamento” haver “brigas”, ao se referir ao clima dentro do governo Márcia Conrado, onde, segundo Cristiano, algumas pessoas vêm tentando investir no racha da prefeita com o agora deputado eleito Luciano Duque [veja aqui]. Falando ao Programa do Farol no YouTube, Menezes disse não entender “essa guerra todinha de algumas pessoas internamente querendo separar Luciano e Márcia definitivamente”, pois na visão do secretário, eles já estão separados, agindo em campos diferentes.

Veja também:   Delegado, PM e motociclistas são indiciados

“Eu vejo Márcia tratando Luciano como sempre vinha tratando e Luciano também. Karina [Rodrigues, esposa de Duque] é secretária de Desenvolvimento Social, ou seja, se houve algum desgaste enorme que não houvesse conciliação… As brigas devem existir né, em todo bom casamento. Em toda boa relação existe as dificuldades, Luciano com a experiência que tem, de vida e de gestão pública enormes, eu tenho 39 anos, sou uma criança, um bebê para discutir política pública e gestão com Luciano Duque… claro que a gente discutir e debatia, a gente vai adquirindo um certo conhecimento. Na verdade eu acredito que é o que acontece com Márcia, ela vem adquirindo o conhecimento dela e vem discutindo determinadas coisas com ele. Às vezes Luciano, eu acho, podia entender que de uma forma era o correto e ela [Márcia] que está agarrada com o problema, de fato, entende que o caminho de ser outro”, disse Cristiano, reforçando:

Veja também:   Terrenos baldios no centro de Serra Talhada oferecem risco à saúde da população

“Não vejo porque essa guerra todinha de algumas pessoas internamente querendo separar Luciano e Márcia definitivamente, porque já estão separados de carne né, um é prefeito o outro é deputado, estão cada um no seu quadrado, é preciso respeitar a história de Luciano e fazer com que ele contribua, dividir a responsabilidade e botar ele para contribuir ainda mais com a cidade agora que ele é deputado, chamar ele para dentro e dizer ‘bora, bora meu filho, arrumar dinheiro pra cá'”.

VEJA A DECLARAÇÃO DE CRISTIANO MENEZES NA TV FAROL