Sassepe - Foto: Arquivo Farol de Notícias
Sassepe – Foto: Arquivo Farol de Notícias

Preocupado com a falta de atendimento médico para os pais, um serra-talhadense e servidor do Estado procurou a redação do Farol de Notícias para denunciar a inoperância do Sassepe na cidade. E questiona a governadora Raquel Lyra sobre os descontos em seu salário.

De acordo com servidor da educação, Gustavo Nogueira, o Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Pernambuco (SASSEPE) está há quatro meses sem funcionar.

Receba as manchetes do Farol de Notícias em primeira mão pelo WhatsApp (clique aqui)

Segundo ele, o percentual de 7% é descontado mensalmente do seu pagamento, mas sem qualquer acesso ao direito. Gustavo enfatizou que sua mãe tem 66 anos e seu pai 72, são hipertensos e diabéticos.

Veja também:   Servidores participam de ato pelo Sassepe e salários

“Eu gostaria de fazer uma denúncia sobre o Sassepe que está paralisado pelo governo por falta de pagamento em Serra Talhada. Tenho meus pais idosos dependentes do Sassepe e não são atendidos por falta de repasse financeiro do estado. Todo mês é descontado 7% do salário, R$ 360”, afirmou o funcionário público, complementando:

“Estou muito preocupado, pois ambos tem doenças crônicas que requer ir ao hospital com frequência. E infelizmente, nos negam. Mesmo sendo pago pelo servidor. Já vem descontado no salário, no contracheque e no hospital não atendem. Ninguém faz nada, para onde está indo o dinheiro do servidor, Raquel Lyra?”.

Veja também:   Pré-candidato diz que distrito de ST está sem água há 30 dias

Os principais fatos de Serra Talhada e região no Farol de Notícias pelo Instagram (clique aqui)